Notícias

  • imagem da notícia - 8a2ed76d65c4531d89b3d6870d8252c6.png

Eficiência no Monitoramento de Riscos gera queda no roubo de cargas, aponta Embarcador Alimentício do RS

O transporte de alimentos tornou-se um grande risco no Brasil. Os assaltantes procuram esse tipo de produto, em virtude da facilidade da venda e distribuição. O desafio diário fica para empresas que prestam serviço de monitoramento de risco, como a AngelLira.
Um embarcador alimentício do Rio Grande do Sul, com distribuição de carne em todo Brasil, viu seus índices de roubo de cargas caírem de forma significativa nas últimas semanas, após adoção de ações preventivas para o transporte. “Nos preocupamos especialmente com a situação do Rio de Janeiro, por isso adotamos medidas mais rigorosas para aquele estado, como a restrição de horário de tráfego e atenção redobrada quando o transporte é realizado em áreas consideradas de risco”, destaca o gerente de logística da empresa, Pablo Trindade da Silva.    
O diretor de Riscos e Prevenção a Perdas da AngelLira, Eduardo Domingues,  destaca que ações como esta tem sido adotadas em diversos clientes. “Avaliamos a carga, a necessidade de horário de tráfego, pontos de paradas, áreas de risco, para que a entrega seja realizada com segurança máxima, evitando riscos ao motorista e a perda da carga”, salienta o diretor da AngelLira. 
No Rio de Janeiro, o Roubo de Cargas em 2016 somou 9.870 registros. Em São Paulo, a Secretaria de Segurança Pública registrou, somente no primeiro semestre de 2017, a média de 30 roubos de carga por dia, totalizando 5.417 ocorrências. 

Conteúdo Vip

Deixe seu e-mail e receba conteúdo vip.

Receber notícias